Arquivo da Categoria: Taylor's

Taylor’s lança Very Very Old Tawny Port

Advertisements

Uma obra-prima do envelhecimento em madeira.

A Taylor’s anuncia o lançamento do Very Very Old Tawny Port, o último de uma série de edições limitadas de excepcionais e muito raros vinhos do Porto.

Adrian Bridge, Director Geral da Taylor’s, refere: “Provar o Very Very Old Tawny Port da Taylor’s é um privilégio raro. Extraído do tesouro de vinhos muito velhos que envelhecem silenciosamente nas caves Taylor’s, este vinho do Porto confirma o lugar da Taylor’s como líder na produção dos melhores vinhos do Porto muito velhos.” E acrescenta: “Estamos muito felizes por partilhar com os apaixonados de vinho do Porto esta obra-prima do envelhecimento em casco.”

“O Taylor’s Very Very Old Tawny Port representa o legado do saber ancestral passado de uma geração para a seguinte; a competência da experiente equipa de tanoeiros da Taylor’s, que construíram os cascos e asseguraram a sua manutenção ao longo dos anos; a experiência da equipa de cave, que cuidou do vinho durante a sua longa viagem no tempo; e a arte dos provadores, que garantiram a sua excepcional harmonia e finesse.”, explica David Guimaraens, enólogo da Taylor’s.

Este excelente vinho é um dos lotes mais antigos lançados até hoje. Elaborado a partir de uma selecção de vinhos raros envelhecidos nas caves Taylor’s, alguns dos quais desde antes da Segunda Guerra Mundial, que atingiram uma concentração que faz deles uma quintessência mágica.

O Taylor’s Very Very Old Tawny Port deve ser servido após uma refeição e lentamente apreciado como uma sobremesa por direito. No entanto, dada a sua incrível frescura, acidez pungente e concentração, também combinará muito bem com figos secos, amêndoas, leite creme ou morangos silvestres. A temperatura de serviço recomendada é entre os 12 e os 16ºC.

O Taylor’s Very Very Old Tawny Port está apresentado num elegante decanter, numa luxuosa caixa de madeira. Foram produzidas 3.000 unidades que vão estar disponíveis em lojas da especialidade já em Outubro com o pvp recomendado de 900€.

Notas de prova:

Castanho profundo no centro desvanecendo-se gradualmente para âmbar, exibe um bordo estreito cor palha pálida. A idade deste excepcional vinho do Porto é imediatamente evidente. Representa o ápice do que o longo envelhecimento em madeira pode alcançar, especialmente quando a habilidosa arte do lote confere definição, proporção e harmonia. O vinho tem a precisão e complexidade do movimento de um relógio, todos os seus complexos elementos trabalham em conjunto e harmonia. O nariz é intenso, mas finamente constituído e os aromas notavelmente delicados e etéreos devido à sua grande idade.

Notas de caramelo, figos secos e café acabado de moer misturam-se com maçapão e sultanas para dar ao vinho um carácter opulento de pudim de ameixa, contudo isso permanece discretamente em pano de fundo e é realçado por notas frescas de casca de laranja e damasco. Apontamentos de baunilha, madeira de cedro e canela proporcionam uma subtil fragrância picante. Na boca o vinho tem um toque leve exibindo uma acidez fresca e um equilíbrio perfeito, mas mantém grandes reservas de aromas que emergem no longo final numa onda suave, aparentemente interminável. Muito poucos vinhos do Porto mantêm este equilíbrio e finesse depois de tantos anos a envelhecer em casco.

Sobre as Caves Taylor’s:

As caves Taylor’s são autênticas ‘catedrais do vinho’, construídas há vários séculos fornecem as condições ideais para o longo e suave envelhecimento do vinho do Porto. Com grossas paredes de granito e tectos muito altos conservam uma temperatura baixa e constante ao longo do ano. Muito importante é também a proximidade das caves ao rio Douro e ao oceano Atlântico, que fornecem a humidade necessária a um bom envelhecimento, pois limitam a evaporação. Esta evaporação, essencial ao excelente envelhecimento dos Tawnies, permite o desenvolvimento de um fungo preto sobre as telhas das caves, responsável pela característica cor escura dos telhados das caves do vinho do Porto.

Sobre a Taylor’s:

A Taylor’s é uma das primeiras e históricas casas de vinho do Porto, tendo sido estabelecida em 1692. Empresa familiar desde a sua fundação dedica-se exclusivamente à produção de vinhos do Porto de grande qualidade, desde o plantio da vinha e cultivo das uvas à elaboração, envelhecimento e engarrafamento dos lotes de vinhos. O compromisso da família com o futuro do vinho do Porto é também demonstrado na sua determinação em preservar o ambiente único da região do Douro, através da promoção de uma viticultura sustentável, nas suas dimensões ambiental, social e económica. A empresa é sobretudo conhecida pelos seus elegantes e longevos vinhos do Porto Vintages, que estão entre os mais reconhecidos, procurados e coleccionáveis, provenientes da emblemática Quinta de Vargellas e das Quintas da Terra Feita e Junco. A casa foi a criadora do LBV (Late Bottled Vintage), um estilo no qual a empresa foi pioneira e do qual continua a ser o principal produtor, tendo ainda sido pioneira no lançamento do Chip Dry, o primeiro Porto Branco Seco e no lançamento do primeiro Vintage Single Quinta. A Taylor’s é também reconhecida como o mais importante produtor de Tawnies de Idade e possui uma das mais extensas reservas de vinhos do Porto envelhecidos em casco.

Website : Taylor’s

Website : Taylor’s Very Very Old Tawny Port